Infecção e morte de candidatos por Covid-19 acendem sinal vermelho em campanhas eleitorais

A covid-19 está afetando as campanhas eleitorais. Cinco capitais e várias outras cidades pelo país já têm candidatos infectados desde o início dos eventos de rua, em 27 de setembro.

Além disso, pelo menos nove políticos registrados como concorrentes nesta eleição morreram da doença desde 23 de setembro. Entre esses casos está o pastor Damaceno Junior, que morreu por covid-19 e concorria como vereador em Curitiba.

A proliferação de casos entre candidatos era esperada por conta das campanhas de rua. “Quanto mais se expõe a pessoa, maior o risco de adquirir a infecção”, afirma a professora e pesquisadora da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) Vera Magalhães.

Em cidades do extremo sul da Bahia, parece que alguns políticos e seus seguidores esqueceram completamente da Covid-19, com os protocolos dos órgãos de saúde sendo literalmente desrespeitados com aglomerações, abraços e falta de uso de máscaras.

Os dirigentes da área de saúde alertam para o sinal vermelho que se acende para o crescimento dos casos de Covid-19, e consequência disso é a ocupação de leitos de UTI que voltou a subir na Bahia.

Na Europa, países que já tinham o controle em crescente queda, voltaram a adotar medidas drásticas para tentar conter a volta de uma segunda onda forte e preocupante de casos positivos da Covid-19.

 

Por: CliC101 | Carlos Madeiro

Facebook Comments


This will close in 20 seconds