Funcionário da prefeitura de Caravelas é acusado de estuprar adolescente; agressor usou um pepino

O funcionário da Prefeitura de Caravelas, Anerivan Renilda, foi preso nesta segunda-feira dia 16 de dezembro acusado de estuprar uma adolescente.

O crime aconteceu em outubro de 2018, quando a vítima tinha 13 anos. na ocasião, ela chegou a fazer exame de corpo de delito, que comprovou o estupro.

De acordo com informações apuradas pela polícia Anerivan era considerado uma pessoa de confiança pela família da vítima e se aproveitou desta posição para coagir a vítima e cometer o crime. a adolescente, além de ter fotos íntimas divulgadas, chegou a ser ameaçada de morte.

Ainda segundo informações, o acusado teria feito sexo anal e vaginal, assim como também introduziu um “PEPINO” na vagina da vítima que também foi agredida com tapas no rosto.

Testemunhas disseram em depoimento que adolescente pensava em cometer suicídio E chegou a escrever cartas de despedidas, a vítima também se mutilava e arrancava os próprios cabelos.

A menina passou por um acompanhamento psicossocial, sendo diagnosticada com estresse pós-traumático tão acentuado que necessitará de atendimento por tempo indeterminado para resgatar sua autoestima e se recuperar da experiência devastadora a que foi submetida.

Em documento emitido pelo Poder Judiciário além da prisão o acusado foi condenado a pagar indenização no valor de 100 mil reais por danos morais aplicáveis em  juro demora de 1% ao mês

Conforme Justiça, o réu, cometeu mais de 7 delitos de estupro de vulnerável e foi decretada sua prisão por 18 anos e quatro meses de reclusão

Anerivan trabalhava com filmagem e comunicação da prefeitura, ele é concursado a mais de 20 anos e atualmente trabalhava no setor da Cultura.

Fonte/sulbahianews

Facebook Comments


This will close in 20 seconds